• De 26 a 30 de setembro em Paraty (RJ), festival reúne grandes nomes da fotografia em entrevistas, workshops, projeções e exposições

    Com patrocínio do Itaú e da Petrobras, a 8ª edição do Paraty em Foco – Festival Internacional de Fotografia reúne em Paraty, Rio de Janeiro, grandes nomes da fotografia nacional e internacional. O inglês Martin Parr, o dinamarquês Peter Funch e o argentino Marcos López são os destaques internacionais. Também participam o holandês Michiel Munneke, diretor geral do World Press Photo – instituição cujo prêmio é um dos mais cobiçados do mundo -, o coletivo italiano TerraProject e o chileno Rodrigo Gómez Rovira, entre outros.

    O tema este ano é a fotografia como documento. São 12 encontros, sendo três a quatro por dia, no auditório da Casa da Cultura de Paraty. Todos serão retransmitidos, ao vivo e gratuitamente, para três espaços da cidade histórica: o pátio da Casa da Cultura, o Espaço Multimídia (tenda na Praça da Igreja Matriz) e o Lounge Nikon.

    “Em janeiro deste ano, quando o New York Times citou o Paraty em Foco como um dos motivos para elencar a cidade de Paraty entre os 45 lugares imperdíveis do mundo, o festival ganhou ainda mais prestígio no exterior, tanto entre o público quanto entre os artistas”, diz Iatã Cannabrava, curador e coordenador do evento ao lado de Giancarlo Mecarelli. “Nesta edição, vamos discutir o presente e o futuro do fotojornalismo, e a retomada da fotografia documental no contexto das transformações tecnológicas e da explosão do número de câmeras nas mãos de fotógrafos profissionais e amadores”.

    O desafio da 8ª edição do evento é ampliar a ocupação de espaços públicos com exposições e projeções gratuitas espalhadas pela cidade. O curador catalão Claudi Carreras assume a concepção de exposições do festival, para que a fotografia vá além do interior de galerias. Os grandes nomes internacionais – Parr, Funch, López, Rovira e TerraProject – também ganham espaços diferenciados. As 14 imagens do fotógrafo inglês, por exemplo, são diferentes praias do Chile, Argentina, Brasil e Uruguai e serão montadas em painéis instalados na Praia do Pontal. Luciano Candisani, Renan Cepeda, Rovira, Cristiano Mascaro, Luiz Garrido, TerraProject, López também terão trabalhos expostos em cubos iluminados em diversos pontos do Centro Histórico. Seguindo o processo de democratização do festival, iniciado há dois anos, a convocatória selecionou os trabalhos de novos protagonistas da cena fotográfica nacional: Calé, Thales Leite, Aline Motta e Coletivo Amazonas + 2.

    Parr é um dos fotógrafos mais importantes do mundo quando o assunto é o documentarismo do cotidiano que questiona a sociedade atual. Funch, que vive em Nova York, destaca-se como criativo na construção de fotografias a partir da repetição de cliques e fusão de imagens. E López é um dos grandes nomes da fotografia latino-americana, que teatraliza cenas em crônicas sócio-políticas e retrata com irreverência os costumes da Argentina, seu país de origem.

    O holandês Michiel Munneke, diretor da World Press Photo, é conhecido por promover o  mais influente prêmio voltado ao fotojornalismo mundial; Rodrigo Gómez Rovira, ao lado de Andrea Josch, Felipe Coddou e Luis Weinstein, traz ao Festival um amplo panorama da fotografia contemporânea chilena; e a dupla Pietro Paolini e Michele Borzoni, representam o TerraProject, coletivo italiano com foco na fotografia documental.

    Entre os convidados da fotografia nacional destacam-se: Mauricio Lima, fotojornalista de conflitos, premiado pela revista Time, e colaborador do The New York Times; Tiago Santana, um dos dois únicos brasileiros a ter um volume na coleção francesa Photo Poche, sobre o sertão; o consagrado Cristiano Mascaro, um dos mais destacados profissionais dedicados à fotografia de arquitetura e ao registro de espaços urbanos; e os irmãos gaúchos que discutirão a fotografia do futebol, Eduardo Bueno, historiador, e Fernando Bueno, fotógrafo.

    Marca registrada do Paraty em Foco, o Circuito de Projeções Noturnas desta edição acontece nas ruas do Comércio, Rua da Cadeia (Marechal Deodoro), Rua Comendador José Luis, Rua da Praia, Praça da Bandeira, Rua Josefina Gibrail (Margem do Rio Perequê Açú). Pela primeira vez, foi elaborada uma projeção especial, produzida pelo coletivo mineiro Nitro Imagens + Alicate, em uma tela instalada sobre um barco de pesca, tendo como base para equipe técnica e público a margem do Rio Perequê Açú. Sob o título “Moradores”, o vídeo documentário retrata moradores da cidade, na proposta de integração maior com os visitantes. Hans Gunther Flieg, os coletivos Garapa e Amazonas +2, Claudia Tavares e Monica Mansur, Aline Motta e Heber Bezerra estão também entre os artistas que terão seus trabalhos projetados durante o festival.

    SAIBA MAIS E VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA EM: www.paraty.com.br/paraty_em_foco.asp