Lua cheia em Paraty - Foto: Ricardo Gaspar
Lua cheia em Paraty – Foto: Ricardo Gaspar

Nos dias de lua cheia ou lua nova as marés costumam invadir a cidade de Paraty, lavando as ruas com suas águas.

Este fenômeno produz belos espetáculos e propiciam ótimas fotos. Mas também traz dificuldades para os pedestres, que às vezes são obrigados a molhar os pés para chegar a alguns locais.

A lua atingirá o seu ápice no dia 01 de julho, dia de abertura da FLIP. Já dá para imaginar uma enorme quantidade de pessoas se aglomerando na ponte para observar o nascer da lua, que ocorrerá às 17h14, enquanto o sol se põe por detrás das montanhas.

A ponte do centro histórico é um ótimo local para se observar o fenômeno, assim como em frente à Capelinha (Igreja de Nossa Senhora das Dores) ou na Praia do Jabaquara.

Entre os dias 01 e 04 de julho a maré irá subir bastante durante a tarde, principalmente próximo ao cais e próximo à Igreja de Santa Rita. O dia em que a maré atingirá o seu nível máximo será 03 de julho, aproximadamente às 15h10, quando chegará ao índice de 1,4m. Este índice se refere à altura em metros que a maré deverá atingir, comparado ao nível mínimo médio para esta época do ano.

Veja abaixo os dias e horários em que a maré irá subir mais durante a tarde:

 

01/07 – 13h55 – 1,3m

02/07 – 14h35 – 1,3m

03/07 – 15h10 – 1,4m

04/07 – 15h50 – 1,3m

 

Se você vem para a FLIP talvez seja conveniente trazer um sapato mais resistente para poder transpor alguns obstáculos e chegar a algumas casas mais próximas ao cais. Entre elas, a Casa da Cultura e o Centro Cultural Sesc Paraty.

A tenda principal da FLIP fica em local que não é atingido pelas marés.

Deixe um comentário




*