Nós já tínhamos falado aqui sobre o Festival de Música Instrumental de Olinda… É um festival que acontece em cidades históricas do Brasil. Esse festival – MIMO – que é o um grande festival GRATUITO de música instrumental, começou em Olinda (tá aí o porque do nome) no ano de 2004 e de lá para cá vem se espalhando por outras cidades históricas: Ouro Preto e agora em Paraty.

MIMO 2013 - MIMO em Paraty. Confira a programação. A música nos faz viajar. melhor ainda se for para uma cidade histórica.

Ao completar dez anos, transcende as datas de realização, levando ao público uma série de ações durante o ano, através do Movimento MIMO, firmando-se como polo de música plural e de valorização do patrimônio histórico brasileiro. Outra novidade será a estreia do festival na charmosa cidade de Paraty, entre 23 e 25 de agosto. Depois, segue para Ouro Preto (29 de agosto a 1 de setembro) e Olinda (2 a 8 de setembro).

Em sua programação o MIMO inclui uma série de atividades que variam entre workshops, filmes, oficinas educativas e concertos.

A abertura do MIMO, no dia 23 de agosto, promete ser histórica. O pianista norte-americano Herbie Hancock, fenômeno do jazz e vencedor de 14 Grammy, se apresenta ao ar livre, na Praça da Matriz, em Paraty.

SOBRE O MIMO

Criado em 2004, em Olinda, o MIMO oferece ao público de cidades-patrimônio, gratuitamente, concertos concorridos, tendo como cenário o interior de espaços seculares e praças públicas. Simultaneamente  aos concertos, promove uma vigorosa Etapa Educativa e um dos mais respeitados festivais de cinema, que tem como protagonista a temática musical.

1. ETAPA EDUCATIVA

Em 2013, o MIMO oferece 49 atividades com o objetivo de investir na educação musical de jovens e no aprimoramento técnico de profissionais. A Etapa Educativa já beneficiou mais de 15 mil pessoas, desde que foi criada. Estudantes e profissionais de música têm a oportunidade de interagir gratuitamente com grandes artistas brasileiros e internacionais, aperfeiçoando a técnica e interpretação. Os cursos, workshops e máster classes aproximam os alunos da realidade artística e garantem um aprendizado único. Esse ano, artistas como Tareq Al Nasser, Stephan MicusMANdolinMAN, Madredeus, Ibrahim Maalouf, Stefano Bollani e Hamilton de Holanda participam da Etapa Educativa nas três cidades.

2. MIMO PARA INICIANTES

MIMO para iniciantes 2011. Aula com violino

Beneficia crianças de escolas públicas do Ensino Fundamental. O projeto é comandado pelo violonista polonês Jerzy Milewski e a pianista catarinense Aleida  Schweitzer, com a participação do violinista e bonequeiro Mr. Bruno. Juntos, apresentam um panorama da música ocidental, que inclui os principais compositores clássicos e populares. Somente em 2012, a iniciativa levou as aulas-espetáculo a 1.500 crianças em Ouro Preto e Olinda.

3. FÓRUM DE IDEIAS

Promove uma série de palestras sobre cultura e patrimônio histórico, reunindo importantes nomes do segmento cultural, acadêmico e político. Estão programadas nove palestras, três em cada praça, tendo como eixo central as cidades em suas múltiplas abordagens.

4. FESTIVAL MIMO DE CINEMA

Festival MIMO de cinema - 2011

O Festival MIMO de Cinema apresenta obras de ficção, animação e documentário que tenham a música como tema. Os filmes são projetados em cinemas, telões ao ar livre, pátios de igrejas, mercados e museus, utilizando os cenários naturais das cidades históricas por onde o MIMO passa, sob a direção da atriz e cineasta Rejane Zilles.

5. CHUVA DE POESIA

MIMO 2013 em Paraty. Chuva de poesia acontecerá em 25 de agosto, na IGREJA da MATRIZ, às 12h

Este ano o MIMO realizará, pela primeira vez, a Chuva de Poesia. Criada pelo tipógrafo e poeta Guilherme Mansur há 20 anos, a primeira Chuva de Poesia aconteceu durante o Carnaval de 1993 das torres da Igreja São Francisco de Paula, em Ouro Preto, quando o poeta resolveu “descolar” a poesia do plano do livro e espalhá-la com a ajuda do vento. Para o MIMO, foram selecionados 21 sonetos de Gregório de Matos, mais conhecido como “Boca do Inferno”.

6. EXPOSIÇÃO

A exposição MIMO 10 anos mostra os bastidores do festival sob o olhar de diversos fotógrafos que documentaram as últimas edições, com destaque para o premiado pernambucano Beto Figueiroa.

 

Para acompanhar todas as notícias do MIMO clique aqui.

 

Ah… Só para lembrar: Você pode receber as notícias sobre Paraty se cadastrando no site ou  curtindo nossa página no facebook  ou ainda via  twitter.

Analista de SEO é minha profissão. Motociclista por opção... Você também vai encontrar meus textos nos seguintes blogs: www.pwi.com.br (textos sobre divulgação de sites e sistemas desenvolvidos na PWI) www.andarilhar.com (textos sobre viagens de moto e turismo sustentável)

Deixe um comentário




*