• Treze de setembro é o dia da cachaça.

    Um produto tão importante no decorrer da história de Paraty que resolvemos trazer aqui um pouco mais de informações sobre a Cachaça.

    Fabricação da cachaça. Foto de barril de cachaça. História da cachaça de Paraty.
    A pinga, ou aguardente, ou cachaça, como é chamada atualmente, tem uma importância socioeconômica muito grande para o Brasil, e está relacionada ao período de colonização portuguesa.

    Mas ao contrário do que se pensa, não foi no Brasil que começou a história da AGUARDENTE. Existem registros sobre a fermentação e destilação da “água ardente” e da “água da vida” em relatos de povos antigos, como egípcios e gregos, que associavam a bebida a propriedades medicinais e místicas. (mais…)

  • Festival da Cachaça de Paraty. Banner do evento
  • E saiu hoje a programação do Festival da Cachaça de Paraty – Êeeeba!

     

    E vem com algumas mudanças na estrutura da programação. Acontecerão duas programações paralelas: Na tenda principal do Areal do Pontal acontecerão os shows e no Paço Municipal acontecerão outras atividades como palestras, degustação, exposições, apresentações artísticas.

    Programação Festival da Cachaça de Paraty - Espaço de expositores de edições anteriores

    Um destaque deste ano é o lançamento da Campanha pelo Registro da Canoa Caiçara como Patrimônio Cultural Brasileiro!

    Programação de shows do Festival da Cachaça de Paraty

     

    Entre os shows estão programados:

     

    Quinta-feira,

    19h – bloco Meninos do Pontal e Assombrosos do Morro

    23h – Breno e Delluca (Sertanejo Universitário)

    Sexta:

    21h – Cirande elétrica

    23h – Paulo Lima (Black Music)

    Sábado:

    23h – Paulo Meyer (Blues & soul)

    Domingo:

    21h – Samba que eu Gosto (Samba)

    23h – Chama Maré (Forró Universitário)

     

    Veja a programação de shows completa:

    Programação de shows do Festival da Cachaça de Paraty 2013. Cartaz do evento.

     

    Confira todas as notícias sobre o Festival da Cachaça de Paraty

    http://www.paraty.com.br/feriados/festivaldapinga/

     

    Ah… Só para lembrar: Você pode receber as notícias sobre Paraty se cadastrando no site ou  curtindo nossa página no facebook  ou ainda via  twitter.

  • Durante o festival da cachaça, forno a lenha com lindas labaredas e bules de bebida em cima
  • Você é umas das pessoas que está esperando ansiosamente pela programação do Festival da Pinga de Paraty de 2013? Então aguarde mais um pouquinho, ok?

    A programação ainda não saiu…  Mas enquanto isso, porque não aproveitar para degustar essa cachaça (já faz um tempo que a pinga passou a ser chamada de cachaça) tão especial?

     

    Imagem de barracão montado para o festival da Pinga de Paraty, com as barracas dos produtores em volta e um espaço grande com a população dançando quadrinha com roupas típicas de festa caipira
    Festival da Pinga 2010

    Muitas das pessoas que visitam Paraty aproveitam para visitar os alambiques da região, seja através de tours programados pelas agências de viagem locais (http://www.paraty.com.br/agencias.asp ), ou alugando bicicletas ou com seus próprios carros (se você estiver dirigindo, sempre é bom tomar cuidado na hora da degustação, certo?). Sei bem que o melhor é fazer uma visita “in loco” aos alambiques e aproveitar as deliciosas degustações por eles oferecidas, conhecer os processos de fabricação, mas… Se você estiver guardando alguns dias de folga para aproveitar e visitar a cidade durante o festival, compre as cachaças em nossa loja. Elas vêm diretamente dos fabricantes e são entregues em todo o território nacional, de maneira fácil e rápida!

    São diversos tipos de cachaça: a tão famosa GABRIELA, tem cachaça caramelada, cachaça envelhecida… Todos com o selo de procedência Geográfica!

     

    Para comprar as cachaças, artesanato, livros e outros produtos de Paraty visite a loja www.paratystore.com.br

    Ah… Cadastre-se no site para receber mensalmente as notícias sobre Paraty ou  curta nossa página no facebook  ou ainda via  siga-nos no twitter.

  • Festival da Cachaça de Paraty. Imagem de balcão de quisque montado na edição de 2012 do festival
  • Está se aproximando o tão esperado Festival da Cachaça (que antes era chamado de Festival da Pinga). Mas você sabe por que este é um evento tão tradicional em Paraty?

     

    A cidade foi fundada em 1667 em torno à Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, sua padroeira. Teve grande importância econômica devido aos engenhos de cana-de-açúcar (chegou a ter mais de 250), sendo considerada sinônimo de boa aguardente.  A pinga produzida em Paraty fez tanta fama pela sua qualidade, segundo Monsenhor Pizarro e outros historiadores, que custava mais caro que todas as demais comercializadas no país; e sua importância sócio-econômica foi tão grande desde 1700 que acabou tendo seu próprio nome (Paraty) como sinônimo de aguardente até meados do século XX – todos pediam uma dose de paraty quando desejavam uma simples aguardente!

    Dos mais de 100 alambiques de aguardente que funcionaram no município a partir de meados de 1700, a cidade conta hoje apenas com 7.

    Cachaça de Paraty. Selo de Indicação geográfica

    De tão importante para a economia da região, e mantendo os altos padrões de qualidade, a cachaça de Paraty recebeu o selo de Indicação Geográfica – IG – um instituto jurídico, previsto na nossa Lei da Propriedade Industrial, de 1996, que visa reconhecer e proteger o nome geográfico de pais, região ou localidade, que identifique algum produto ou serviço típico.

    Imagem de alambique com tonéis de cobre onde é produzida a cachaça

    Ah… Fica aqui uma pergunta: Você sabe como surgiu a cachaça (ou como a cachaça foi inventada?)

     

    Em breve sairá a programação do Festival da Cachaça de 2013. Fique ligado!!!

    Você pode receber as notícias sobre Paraty se cadastrando no site ou  curtindo nossa página no facebook  ou ainda via  twitter.

  • A deliciosa gastronomia de Paraty também está em festa, de 10 a 19 de agosto, quando 35 restaurantes locais abrem suas portas para o primeiro Circuito Gastronômico Cachaça na Mesa, criado para oferecer aos moradores, turistas e visitantes do já tradicional Festival da Cachaça a oportunidade de experimentar pratos, drinques e lanches harmonizados ou que trazem em suas receitas o brasileiríssimo destilado, sua majestade a cachaça.

    No quesito camarão, a cachaça, na maioria dos casos, entra para flambar a iguaria, seja acompanhada de mel, seja com ervas finas e outros acompanhamentos. Entre as opções está o Camarão à moda Corisco, que vem grelhado no mel com cachaça e arroz de Pupunha (R$ 59,90 – 2 pessoas), no Aconchego Grill. Tem o Camarão picante flambado, servido com curry vermelho, arroz negro e abobrinhas (R$ 75,00 – individual), do Banana da Terra, Camarões ao Porto que vêm flambados com favas de baunilha e laranja e pera pochet (R$ 63,00 – individual), no Porto Bistrô, Camarão à Moda do Chef, flambado com lichias (R$ 35,00 – individual), no Pousada Rumo dos Ventos e Camarões flambados, acompanhado de arroz verde (R$ 60,00 – 2 pessoas) no Paraty Mediterrani. As opções são variadas.
    Os etílicos sabores se espraiam também em outros frutos do mar, como Filé de Peixe com molho de camarão (R$ 19,80 – individual) acompanhado de caipirinha (R$ 8,50) servidos no Arte e Sabor, Atum Selado na cachaça e gengibre, com molho oriental e purê de mandioquinha (R$ 46,50 – individual), no Bendita´s e Linguado flambado, com molho de maracujá, arroz e salada (R$ 28,00 – individual), servido com o drink Maraculoco, feito com maracujá, melaço, triple sec e cachaça (R$ 14,50) no Biruta Grill, entre outras deliciosas opções em vários restaurantes da cidade.
    A cachaça aparece também no tempero de aves, como no frango indiano, servido com bananas flambadas, salada e arroz (R$ 90,00 – 2 pessoas), no Bistrô Alquimia dos Sabores, onde também é servido o drinque pileque de mordomo (R$ 15,00). Ou ainda o filé de frango Gabriela flambado com legumes e carambola ao molho de abacaxi e coco perfumado com canela (R$ 32,00 – individual), servido no Casa do Fogo e galeto ‘Caiçara’, assado e flambado na cachaça da terra, acompanha arroz, batatas coradas ao alecrim, farofa especial, vinagrete, chimichurri, creme de alho (R$ 35,00 – individual), no La Luna Restaurante da Praia. Tudo isso sem falar na inclusão da cachaça no preparo de cafés, doces, massas, tapioca e baião de dois. A melhor coisa é conferir a lista e montar o roteiro culinário, afinal serão 10 dias de puro sabor.
    A criação do Circuito Cachaça na Mesa conta com o apoio do Sebrae, que está iniciando em Paraty o Projeto Gastronomia: da mesa ao mercado, uma iniciativa voltada para o desenvolvimento do segmento de alimentação no interior do Estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de melhorar a competitividade das empresas participantes e aumentar a oferta de serviços de qualidade, através da valorização da gastronomia. Em Paraty, o projeto visa a transformar o segmento em um Polo de excelência gastronômica alinhado com as atividades artísticas, culturais e turísticas que a cidade já vem desenvolvendo. Para mais informações, procure o Sebrae de Paraty.

     

     

  • O evento tem como objetivo resgatar uma das primitivas propostas do Festival da Cachaça, Cultura e Sabores promovendo uma Exposição sobre a produção da cachaça em Paraty e sobre o histórico do Festival da Pinga, este ano em sua trigésima edição, valorizando assim a importância deste produto não só na economia local como também na formação cultural do paratiense. A cachaça está presente no cotidiano paratiense naõ só como aperitivo, mas também na medicina caseira, na culinária como no pé-de-moleque de gengibre, no café de caldo-de-cana e em muitas outras referências literárias e musicais além de ser um produto de referência nacional e um atrativo turístico em nossa cidade.

    DIA 08/08 – 20h
    Inauguração da exposição com degustação das cachaças de Paraty

    DIA 10/08 – 20h
    Lançamento do Circuito Gastronômico Cachaça na Mesa

    DIA 17/08 – 20h
    A Luta – Monólogo: literatura e teatro

    DIA 18/08 – 21h
    Bebeto e Banda – Aprsentação Musical de Chorinho

    DIA 19/08 – 20h
    Os Canalhas – Stand Up Comedy

     

  • O município de Paraty comemora 350 anos do Caminho do Ouro com palestras e exposição de peças confeccionadas em ouro e prata de jóias e bijuterias. O evento será realizado de 16 a 21 de agosto, na Casa da Cultura, Centro Histórico da cidade.

    Ligando Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, o Caminho do Ouro é a estrada construída pelos escravos, entre os séculos XVII e XIX, a partir de trilhas dos índios guaianazes, que serviu de escoadouro da produção de ouro que saia do Brasil para Portugal por Paraty, uma das mais importantes cidades portuárias do século XVIII. A estrada real possui papel de destaque na esfera cultural do país.

    Eventos do dia 21/08 , Dia do Caminho do Ouro:

    – Inauguração do Parque Temático Mini Estrada Real, ás 10hs, na Paraty-Cunha
    – Palestras na Casa da Cultura, das 17 às 20 hs.

    Saiba Mais: http://www.paraty.com.br/noticiasparaty.asp?id=1847

  • O tradicional Festival da Pinga, que agora se chama Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty acontece  de 19 a 22 de agosto com vários shows gratuitos:

    – Alceu Valença e Banda
    – Silvério Pontes e Zé da Velha
    – Projeto Viva Viola, de Minas Gerais

    E muitas outras atrações.

    Confira a programação completa: http://www.paraty.com.br/feriados/festivaldapinga/index.asp