• FLIP 2015
    FLIP 2015

    Com um pequeno grupo de 3 pessoas, a equipe do portal www.paraty.com.br fez mais uma cobertura da FLIP. Foram 5 dias de muita correria para conseguir tirar mais de 5.900 fotos e publicar mais de 792 fotos em 48 galerias. O trabalho começava às 8h  e ia até as 23h. Todos os dias.

    Veja nosso registro fotográfico em: www.paraty.com.br/flip.

    (mais…)

  • Lua cheia em Paraty - Foto: Ricardo Gaspar
    Lua cheia em Paraty – Foto: Ricardo Gaspar

    Nos dias de lua cheia ou lua nova as marés costumam invadir a cidade de Paraty, lavando as ruas com suas águas.

    (mais…)

  • Gilberto Gil na Mesa Zé Kleber da FLIP
    Gilberto Gil na Mesa Zé Kleber da FLIP

    A MESA ZÉ KLEBER é uma tradição da FLIP desde a edição de 2005. Nesta mesa, sempre gratuita, são feitas reflexões sobre temas que tem ligação com a realidade paratiense. Experiências educativas, enfrentamento da violência, preservação cultural, cidades criativas foram temas que já fizeram parte desta programação.

    (mais…)

  • HIstórias e Ofícios do Território
    HIstórias e Ofícios do Território – Foto: Ricardo Gaspar

    No dia 04 de dezembro de 2014, o Museu do Território de Paraty fez sua primeira apresentação pública com uma exposição áudio-visual, jornada de debates (veja a programação), workshop de fotografia e placas comemorativas. Com estas ações o Museu apresenta e discute sua proposta. É um Museu diferente: ele não tem sede e seu acervo trata do território (não do prédio institucional), do patrimônio (não da coleção) e da comunidade (não dos visitantes).

    Esta primeira ação é um recorte que busca entender com a velha guarda, o que mudou em Paraty com a chegada da Rodovia Rio-Santos. A equipe Paraty.com.br conversou com Paulo Werneck, curador da FLIP 2014 e 2015 e, também curador desta primeira ação pública chamada: Histórias e Ofícios do Território. Depois, Mauro Munhoz, diretor-presidente da Casa Azul e idealizador do Museu do Território de Paraty, nos conta como surgiu a idéia do Museu e quais são os princípios que norteiam os trabalhos. Por fim,  Alexandre Pimentel, coordenador de pesquisa do Museu do Território nos conta como é seu trabalho de campo e o contato com instituições e moradores de Paraty cheios de histórias para contar. Ele compartilha conosco momentos emocionantes de seus encontros com a história vivida pelos paratienses da velha guarda.

    (mais…)

  • Belita Cermelli - Foto: Ricardo Gaspar
    Belita Cermelli

    Por: Claudia Ferraz

    Colaborou: Mary Lacerda

    Fotos: Ricardo Gaspar

    Ela acabou de fazer 46 anos. Mas é dona de um jeito simples e espontâneo, que quase sempre deixa solto seu lado menina meio moleca, acentuado pelo sorriso fácil, que não esconde uma certa ingenuidade, e pelos gestos largos que orquestram sua fala. Apaixonada por Paraty, onde nasceu e se criou, orgulha-se da sua mania de ter fé na vida. Foi parceira no lançamento da semente da Flip em 2002 e desde então se confessa obstinada pela certeza de que é possível transformar possibilidades teóricas em realidade.  Atuando no coletivo, sua meta de cidadã é alterar de fato a qualidade de vida de crianças e jovens pela via da cultura e da educação, e fazer de Paraty uma cidade de leitores.

    (mais…)

  • Eliane Brum participa da FLIP 2014
    Eliane Brum participa da FLIP 2014

    Leia a entrevista que quatro jovens da FlipZona fez  com Eliane Brum. Ela participa da FLIP 2014, na mesa 1 Poesia & Prosa junto com Charles Peixoto e Gregório Duvivier, no dia 31/07 às 12h.

    Perguntas feitas por e-mail. Leia em: http://flipzona.wordpress.com/

  • Ovídio Poli Junior - Foto: Giancarlo Mecarelli
    Ovídio Poli Junior – Foto: Giancarlo Mecarelli

    Neste ano, Paraty terá mais um evento acontecendo paralelamente à FLIP. Trata-se da OFF FLIP DAS LETRAS, programação literária organizada pelo Selo Off Flip e que reunirá cerca de 100 escritores em saraus, mesas de debate e lançamentos. A programação acontece em vários locais da cidade e também na Casa Selo Off Flip, que terá uma programação de recitais e lançamentos junto com o Grupo Abeporá das Palavras, do Amapá.

    (mais…)

  • Millôr Fernandes - autor homenageado da FLIP 2014
    Millôr Fernandes – autor homenageado da FLIP 2014

    Desde as primeiras articulações para a abertura da 1ª. Flip, nesta histórica cidade de Paraty, RJ, diversos setores de comunicação ventilaram o nome de Millôr Fernandes, enquanto ainda vivo, para ser o homenageado e merecer a vez nos debates, a propósito de sua diferenciada e singular contribuição escrita e ilustrada, nas áreas de jornalismo, literatura, teatro, entre tantas obras de relevo à cultura brasileira.

    (mais…)

  • De todos os eventos que se firmaram no calendário cultural de Paraty, a FLIP sem dúvida alguma é a festa que atrai mais turistas de todo o mundo!

    Escolas chegando ao centro para participar da Flipinha
    Escolas chegando ao centro para participar da Flipinha

    Talvez toda a história escondida sob cada uma das pedras do calçamento de suas ruas e o charme das construções do centro histórico façam de Paraty o lugar perfeito para discutir e vivenciar a literatura. Ou talvez seja somente o evento e toda a sua produção cuidadosamente organizada… O fato é que: falou FLIP, pensamos em Paraty.

    (mais…)

  • Gregorio Duvivier participa da FLIP 2014 - Foto: Renato Parada
    Gregorio Duvivier participa da FLIP 2014 – Foto: Renato Parada

    Leia a entrevista que a moçada da FlipZona fez  com Gregório Duvivier. O escritor participa da FLIP 2014, na mesa 1 Poesia & Prosa junto com Charles Peixoto e Eliane Brum no dia 31/07 às 12h.

    Perguntas feitas por e-mail. Leia em: http://flipzona.wordpress.com/

  • Este ano teremos a 12ª edição da FLIP, Festa literária Internacional de Paraty.

     

    Flip 2014 - Cartaz da 12ª Festa Literária Internacional de Paraty
    Flip 2014 – Cartaz da 12ª Festa Literária Internacional de Paraty

     

    Em todos esses anos, a FLIP vem se consagrando e hoje é considerada o evento literário mais importante da América Latina, inseriu o Brasil no calendário internacional dos principais festivais literários e tornou-se uma vitrine da cultura brasileira para o mundo.

    Flip 2003 e 2004 - Cartaz da 1ª Festa Literária Internacional de Paraty
    Flip 2003 e 2004 – Cartaz da 1ª Festa Literária Internacional de Paraty

     

     

    Mas não é só isso… A FLIP se estende através das atividades que realiza nas escolas da região, através da biblioteca Casa Azul; através do trabalho que realiza com jovens e adolescentes que trabalham durante todo o ano para apresentar nesses dias as suas criações audiovisuais.

     

     

     

     

     

     

    Flip 2003 e 2004 - Cartaz da 1ª Festa Literária Internacional de Paraty
    Flip 2005 e 2006 – Cartaz da 3ª e 4ª edições da Festa Literária Internacional de Paraty

     

    A cada ano, desde sua primeira edição em 2003, a FLIP apresenta novidades. Eventos paralelos são cada vez mais frequentes, com debates que circulam entre literatura, história, cinema, jornalismo, religião, meio ambiente, quadrinhos e religião.

    De lá para cá não só a FLIP mudou… Novos espaços paralelos à programação principal foram criados e hoje contamos com a presença do SESC (desde 2012), com uma programação cultural de alto nível, a Casa Folha (desde 2011), que traz sempre debates interessantíssimos com os colunistas do jornal, entre outros.

     

     

    Com a proximidade da FLIP 2014, resolvemos trazer aqui um resumo do que tem sido a  Festa Literária de Paraty. Faça essa viagem conosco! (mais…)

  • Marcelo Tas - Foto: Caio Guatelli
    Marcelo Tas – Foto: Caio Guatelli

    A FlipZona deste ano já começou. Antes mesmo de se transformar numa redação jornalística para cobrir , com um olhar jovem, a 12ª Flip, suas ações já começaram.

    (mais…)

  • Acabou de ser divulgada, na Biblioteca Parque Estadual, no Rio de Janeiro, a programação da FLIP 2014. O homenageado deste ano será Millôr Fernandes.

    (mais…)

  • Bonecos de personagens de Graciliano Ramos decorando a praça da matriz durante FLIP 2013, em Paraty. Bonecos em papel machê
  • Quem costuma vir à Festa literária Internacional de Paraty sabe que as atividades tomam conta de toda a cidade. Muitas empresas trazem atividades paralelas à programação oficial da FLIP, trabalhos são desenvolvidos durante o ano com as comunidades locais e os resultados são apresentados durante os dias de FLIP.

    Na Praça da Matriz podemos observar o trabalho que foi desenvolvido pelo artista plástico Lúcio Cruz junto às comunidades Ilha das Cobras e Mangueira.

    Retratando passagens de livros e fazendo o misto entre a literatura e a cultura paratiense, a decoração da praça conta com cerca de 40 bonecos. Retratam não só livros famosos de Graciliano Ramos – como Vidas Secas, São Bernardo, Infância e Terra dos Meninos Pelados – como a dança das fitas, típica da cultura de Paraty.

    Veja algumas fotos abaixo

     

    Bonecos de personagens de Graciliano Ramos decorando a praça da matriz durante FLIP 2013, em Paraty. Bonecos em papel machê

     

    Bonecos de personagens de Graciliano Ramos decorando a praça da matriz durante FLIP 2013, em Paraty. Bonecos em papel machê



    Bonecos de personagens de Graciliano Ramos decorando a praça da matriz durante FLIP 2013, em Paraty. Bonecos em papel machê

    Bonecos em papel machê retratando a dança das fitas decorando a praça da Matriz de Paraty durante a FLIP 2013

  • Gilberto Gil no palco. Gilberto Gil fará o show de abertura da FLIP 2013, dia 03/06
  • A FLIP 2013 acontecerá entre os dias 03 e 07 de julho. E, atenção, o show de abertura será com Gilberto GIL.

    O cantor e ex-ministro da Cultura participa da FLIP em 2 momentos importantes: No show de abertura e na Mesa Zé Kleber, no dia 04/07. Nesta mesa, ele debaterá junto à historiadora Marina de Mello e Souza o tema Culturas locais e globais. Este debate se baseia no conceito de DEFESO CULTURAL criado pelo poeta, compositor e cantor caiçara Luis Perequê.

    No nosso site (www.paraty.com.br/flip ) você encontra todas as notícias sobre a FLIP 2013. Mas estamos colocando a programação aqui também, ok?

    Paralelamente acontecem na cidade vários eventos que atendem aos públicos de todas as idades, e trazem atividades bastante diferentes.

    Neste post nós estamos apresentando a programação principal que irá acontecer na tenda dos autores

     

    FLIP 2013 – PROGRAMAÇÃO

     

    DIA 03/07/2013 – QUARTA-FEIRA

    19h30 – Conferência de Abertura: Graciliano Ramos: aspereza do mundo, concisão da linguagem, com Milton Hatoum

    DIA 04/07/2013 – QUINTA-FEIRA

    10h – Mesa 1 -O dia-a-dia debaixo d’água
    Alice Sant’Anna
    Ana Martins Marques
    Bruna Beber
    Mediação: Noemi Jaffe

    12h – Mesa 2 – As medidas da história
    Paul Goldberger
    Eduardo Souto de Moura
    Mediação: Ángel Gurría-Quintana

    15h – Mesa Zé Kleber: Culturas locais e globais
    Marina de Mello e Souza
    Gilberto Gil
    Mediação: Alexandre Pimentel

    17h15 – Mesa 3 – Formas da derrota
    José Luiz Passos
    Paulo Scott
    Mediação: João Gabriel de Lima

    19h30 –    Mesa 4 – Olhando de novo para Guernica, de Picasso
    T. J. Clark
    Mediação: Paulo Sérgio Duarte

    DIA 05/07/2013 – SEXTA-FEIRA

    10h – Mesa 5 – Graciliano Ramos: ficha política
    Randal Johnson
    Sergio Miceli
    Dênis de Moraes
    Mediação: José Luiz Passos

    12h – Mesa 6 – O prazer do texto
    Lila Azam Zanganeh
    Francisco Bosco
    Mediação: Cassiano Elek Machado

    15h – Mesa 7 – A vida moderna em Kafka e Baudelaire
    Roberto Calasso
    Jeanne-Marie Gagnebin
    Mediação: Manuel da Costa Pinto

    17h15 – Mesa 8 – Ficção e confissão
    Tobias Wolff
    Karl Ove Knausgård
    Mediação: Ángel Gurría-Quintana

    19h30 – Mesa 9 – Lendo Pessoa à beira-mar
    Maria Bethânia
    Cleonice Berardinelli

    21h30 –    Mesa 10 – Uma vida no cinema
    Nelson Pereira dos Santos
    Miúcha
    Mediação: Claudiney Ferreira


    DIA 06/07/2013 – SÁBADO

    10h – Mesa 11 – Maus hábitos
    Nicolas Behr
    Zuca Sardan

    12h – Mesa 12 – Encontro com Eduardo Coutinho

     

    Mediação: Eduardo Escorel

    15h – Mesa 13 – O espelho da história
    Aleksandar Hemon
    Laurent Binet
    Mediação: Ángel Gurría-Quintana

    17h15 – Mesa 14 – Os limites da prosa
    John Banville
    Lydia Davis
    Mediação: Samuel Titan Jr.

    19h30 – Mesa 15 – Encontro com Michel Houellebecq

    Mediação: Javier Montes

    DIA 07/07/2013 – DOMINGO

    11h – Mesa 16 – Graciliano Ramos: políticas da escrita
    Wander Melo Miranda
    Lourival Holanda
    Erwin Torralbo Gimenez
    Mediação: José Luiz Passos

    13h – Mesa 17 – Tragédias no microscópio
    Daniel Galera
    Jérôme Ferrari

    15h – Mesa 18 – Literatura e revolução
    Tamim Al Barghoutti
    Mamede Mustafa Jarouche
    Mediação: Arthur Dapieve

    17h – Mesa 19 – A arte do ensaio
    Geoff Dyer
    John Jeremiah Sullivan
    Mediação: Paulo Roberto Pires

    18h45 –    Mesa 20 – Livro de cabeceira
    Mediação: Liz Calder
    Convidados da Flip leem e comentam trechos de seus autores favoritos.
    Essa festa você não pode perder!

    Para consultar hospedagens ou pacotes de viagem para o FLIP,clique aqui e acesse nosso site.

     

     

    Ah… Só para lembrar: Você pode receber as notícias sobre Paraty se cadastrando no site ou  curtindo nossa página no facebook  ou ainda via  twitter.

     

1 de 212