• Na maioria das cidades coloniais existem ainda hoje os chamados Passos da Paixão, e em Paraty não poderia ser diferente.

    (mais…)

  • Julio Cezar Neto Dantas, diretor do Museu de Arte Sacra de Paraty
    Julio Cesar Neto Dantas, diretor do Museu de Arte Sacra de Paraty

    O Museu de Arte Sacra de Paraty reabriu suas portas na Igreja de Santa Rita, no dia 13 de junho de 2015, depois de 7 anos de reformas e restauros. Conversamos com Julio Cesar Neto Dantas, diretor do Museu de Arte Sacra e do Museu do Forte Defensor Perpétuo sobre o Museu e seu acervo.

    (mais…)

  • A festa, além de ser religiosa, traz muitos elementos da cultura tradicional de Paraty.

    (mais…)

  • NOVIDADES DO 8o. ENCONTRO CERAMISTAS DE PARATY, QUE ACONTECE DURANTE A SEMANA SANTA

    A cerâmica junto de outros saberes e fazeres tradicionais: como a cestaria em fibras naturais, os barquinhos de caxeta, a música, danças e a gastronomia contam a história de um povo. O campo tão vasto de tradições e memórias, confirma Paraty como centro de referência na diversidade cultural do nosso país.

    (mais…)

  • No dia 06 de abril, Sexta-Feira Santa, será realizado em Paraty o espetáculo escrito e dirigido por Themilton Tavares: Auto da Paixão de Cristo, intitulado “Um Homem Chamado Jesus”. A peça acontece pela décima primeira vez e conta com a participação de um elenco de, aproximadamente, 100 pessoas, dentre elas atores profissionais, amadores, moradores paratienses e crianças de diferentes faixas etárias.

    Um cenário é construído na cidade para encenar a vida de Cristo desde a aparição do anjo Gabriel, anunciando a Maria que ela será mãe do filho de Deus, até a crucificação. O espetáculo acontece às 21 horas, ao ar livre, no Areal do Pontal. A entrada é franca e a classificação é livre.

    E você, vai perder essa?

    Venha para Paraty e aproveite o melhor da semana santa em uma das cidades mais belas de todo o Brasil.

  • E Paraty não para! Mais uma vez o município receberá um evento que promove a arte cinematográfica, cultural e a conscientização ambiental.

    O Maré Cheia de Cinema foi criado em 2010, e é produzido pelo Coletivo João do Rio que exibe somente filmes brasileiros de livre classificação acolhendo todos os gêneros cinematográficos.

    Durante o feriado da semana santa de 05 a 08 de Abril, o Maré Cheia exibirá trinta filmes  na areia da praia de Ponta Negra, distrito de Paraty, pertinho da praia do Sono: são  quatro longa metragens , oito curtas e dezoito animações além do lançamento do Filme “ Cabeça Papelão”  animação de Quiá Rodrigues.

    Além da mostra de filmes cedidos pelos realizadores, serão ministradas oficinas de arte educação, animação em stop motion e o primeiro campeonato de canoagem caiçara.

    O evento conta com uma abordagem ambiental e tem como objetivo comunicar a preservação do santuário ecológico e provocar não só nos habitantes e nos turista, atitudes sustentáveis. O projeto conta com apoios à causa como a Associação de Moradores, Nativos e Amigos da Praia de Ponta Negra, a Associação Cairuçu, a Reserva Ecológica da Juatinga, NEPPA/UNIRIO e a Secretaria de Cultura de Paraty.

    Local: Praia de Ponta Negra – Paraty – RJ

    Data: de 5 a 8 da abril de 2012.

    Hora: de 18h30m as 21h30m

    Facebook: Coletivo João Do Rio

    Programação do Maré Cheia de Cinema

    05/04 (Quinta-feira)

    Curtas Metragens

    • “Carta das Comunidades Caiçaras”, de Domingos Moura de Oliveira
    • “Onde não entra ninguém, nunca”, de Luciana Coelho

    Filmes de Animação

    • “Eu queria ser um Monstro”, de Marcelo Marão
    • “A vida do lixo”, de Omar Sanches
    • “Compostagem”, de Omar Sanches
    • “Caixa”, de Luciana Eguti e Paulo Muppet
    • “Matinta Perera”, de Humberto Avelar

    Longa Metragem

    • “Mutum”, de Sandra Kogut

     

    06/04 (Sexta-feira)

    Filmes de Animação

    • “Pré lançamento Cabeça Papelão”, de Quiá Rodrigues
    • “No Baque”, de Carlon Hardt
    • “Entrando pelo Cano”, de Marcelo Rica
    • “A Terra à gastar”, Cassia Mary Itamoto e Celina Kurihara
    • “Breves Instantes”, de Mírian Rolim

    Curtas Metragens

    • “Pássaros Andarilhos e Bois Voadores”, de Luiz Arnaldo Campos
    • “Ilha das Flores”, de Jorge Furtado

    Longa Metragem

    • “Lixo Extraordinário”, Lucy

    07/04 (Sábado)

    Curtas Metragens

    • “Mares da Ilha Grande”, realização do Instituto BIOATLÂNTICA
    • “Em Quadro”, de Marina Bouças
    • “Boipeba”, de Ingrid Coelho e Ingrid Sachs

    Filmes de Animação

    • “Peixe”, de Rogério Nunes
    • “Diário da Terra”, de Diogo Viegas
    • “Fabula da Corrupção”, de Lisandro Santos
    • “Bom Tempo”, de Alexandre Dubiela
    • “Bafo Quente”, de Maurício de Oliveira Maia

    Longa Metragem

    • “Surf  Adventures 2 A Busca Continua”, Roberto

    08/04 (Domingo)

    Filmes de Animação

    • CURTA TRABALHO FINAL OFICINA DE FILME DE ANIMAÇÃO
    • “Os anjos no meio da Praça”, de Alê Camargo e Camila Carrosine

    Curtas Metragens

    • “Muiraquitã”, de Zeca Ligiéro

    Longa Metragem

    • “O Grilo Feliz”, Walbercy Ribas

     

  • No próximo domingo a cidade de Paraty entrará no clima da Semana Santa, e com ela vem uma programação repleta de cerimônias, festividades e cultura.

    Não só fiéis mas também visitantes de todos os cantos do Brasil e do mundo participam das cerimônias e procissões. E essa bela manifestação de fé e cultura do povo paratiense tem sido preservada em sua essência.

    Confira abaixo a programação do evento:

    Terça 03 de Abril:

    19h30 – Procissão do Encontro: A procissão representa as imagens de Cristo e de Nossa Senhora das Dores se encontrando. Os homens saem da Igreja Matriz com a imagem do “Senhor dos Passos” e as mulheres saem da Igreja Nossa Sra. das Dores com a imagem de “Nossa Senhora” e percorrem os Passos da Paixão dispostos ao longo do Centro Histórico. Depois o Cristo crucificado é levado para a igreja onde ficava junto ao passo que remonta o calvário.

    Quarta 04 de Abril:

    19h30 – Ofício de Trevas: A cerimônia do ofício das trevas voltou a ser celebrada em 2011 após 50 anos de interrupção e ainda hoje é realizado em poucos pontos do Brasil. O evento é realizado dentro da Igreja Matriz e conta com toda a tradição religiosa de Paraty.

    Quinta 05 de Abril:

    00h00 – Procissão do Fogaréu (Prisão): A Procissão do Fogaréu conhecida também como Procissão da Prisão ou Endoenças é um dos momentos mais esperados da Semana Santa em Paraty.  As luzes dos postes são apagadas e apenas as chamas das tochas iluminam as ruas de pedra da cidade, complementada por sons incessantes das matracas nas mãos dos fiéis.

    Sexta 06 de Abril:

    19h30 – Procissão do Senhor Morto (Enterro): A Procissão do Senhor Morto é uma cerimônia com forte cunho teatral e emocional, típica dos séculos XVII e XVIII. Dela participavam personagens religiosos vestidos a caráter como Nossa Senhora, Maria Madalena, Samaritana, Verônica, representada por um anjo e São João e garante um bom espetáculo nas ruas belas e encantadoras do Centro Histórico.

    Sábado 07 de Abril:

    00h00 – Procissão da Ressurreição: Em comemoração ao domingo de Páscoa, ocorre a Procissão da Ressurreição.

    Domingo 08 de Abril:

    17h00 – Preparações para a Festa do Divino: No domingo a tarde, será levantado o mastro da Festa do Divino, dando início oficialmente as festividades, e à noite acontece a missa da Páscoa do Senhor, a coroação e o translado da imagem de Nossa Senhora das Dores da Igreja Matriz para a Capela de Nossa Senhora das Dores.

    Para maiores informações acesse: http://www.paraty.com.br/feriados/semanasanta/

    Para informações da programação de cerimônias religiosas acesse: http://migre.me/8qKEr

  • JANEIRO

    06 – Folia de Reis
    06 a 28 Verão Paraty (Cultural e Instrumental)

    FEVEREIRO

    02 a 12 – Pré Carnaval
    12 – Carnamar
    16 a 21 – Carnaval
    28 – Aniversário de Paraty

    MARÇO

    Semana Municipal do Turismo

    ABRIL

    04 a 08 – Semana Santa
    05 a 08 – Encontro de Ceramistas em Paraty

    MAIO

    03 a 06 – Expo Paraty
    18 a 27 – Festa do Divino

    JUNHO

    01 a 03 – Bourbon Festival
    07 – Corpus Christi
    08 a 10 – Festival do Camarão
    14 a 17 – IX Dança Paraty
    22 a 01/07 – Festa de São Pedro e São Paulo

    JULHO

    04 a 08 – X Festa Literária Internacional de Paraty – FLIP
    06 a 15 – Festa de Santa Rita
    20 a 29 – Festival Interncaional das Artes Visuais (Contemporânea Art Paraty)
    27 a 29 – II Festival de Choro e Samba

    AGOSTO

    03 a 05 – Festival de Música de Tarituba
    06 – Dia da Cultura Caiçara
    16 a 19 – Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty
    23 a 26 – Aldeia Indígena – Encontro com os Povos Indígenas
    30 a 31 – Festa de Nossa Senhora dos Remédios

    SETEMBRO

    01 a 08 – Festa de Nossa Senhora dos Remédios
    14 a 16 – VII Encontro de Redatores Publicitários
    26 a 30 – Paraty em Foco
    28 a 30 – To Be Paraty

    OUTUBRO

    09 a 12 – Ymaguaré (Mitos e lendas indígenas)
    18 a 20 – Oficina de Idéias Paraty
    18 a 20 – V Festival de Cinema Internacional de Paraty

    NOVEMBRO

    02 a 04 – Paraty Latino (Festival Internacional de Música latina)
    09 a 18 – Festa de N. S. do Rosário e S. Benedito
    20 – Dia da Cultura Negra

    DEZEMBRO

    14 – Festividade de Natal
    20 – Abertura do Verão 2013
    31 – Reveillon

  • Neste ano, a quinta feira santa coincide com o feriado de Tiradentes, deixando a Semana Santa em Paraty mais interessante. É na quinta feira que acontece a emocionante  Procissão do Fogaréu. à meia noite todo o Centro Histórico fica escuro e a procissão sai iluminada por tochas.

    Dessa procissão, reativada na década de 70 por um grupo de jovens paratienses, participava a figura do Centurião, que ia à frente do andor tocando uma corneta quando chegava à frente das igrejas. O Fogaréu, que inicia à meia noite de Quinta-Feira, 21 de abril, simboliza a prisão de Cristo. Nessa procissão secular os fiéis saem pelas ruas de pedras do Centro Histórico portando fifós (tochas), com as luzes dos postes apagadas e ao som incessante de matracas – o que nos transporta a outros tempos. As matracas vieram substituir os sinos que, por serem motivo de júbilo, silenciam na Quinta-Feira Santa e só voltam a tocar no Domingo de Páscoa.

    Saiba mais sobre a Semana Santa em Paraty