História
O Projeto
Roteiro Turístico
Agende Seu Passeio


Centro de Informações Turísticas Caminho do Ouro

Estrada Paraty - Cunha, Km8
Paraty - Rio de Janeiro

Tel.: 24 3371 1783

agtparaty@hotmail.com
Desenvolvimento: PWI
A Associação de Guias de Turismo de Paraty em parceria com o Sebrae/RJ e Prefeitura Municipal de Paraty, desenvolveu o Projeto "Na Trilha da História", onde foram revitalizados aproximadamente 4Km do Caminho do Ouro, antiga via de acesso às Minas Gerais, que ligava Paraty à Diamantina, por onde era escoado o ouro e pedras preciosas no séc XVIII e café do Vale do Paraíba no séc.XIX.

O Projeto de "Revitalização do Caminho do Ouro de Paraty" prevê a recuperação de 12 Km dessa antiga via de comércio, dos quais aproximadamente 35% já foram revitalizados, a parte restante aguarda a liberação por parte do IBAMA, já que se encontra dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaína.

A execução do projeto foi feita pela Associação de Guias de Turismo de Paraty, patrocinada pelo Sebrae/RJ com o apoio da Prefeitura Municipal de Paraty.

O trabalho realizado até o momento, consiste na recuperação e sinalização do caminho e seu entorno, objetivando sua abertura à visitação pública de forma ordenada garantindo a preservação da nossa história às gerações futuras.

A recuperação desse trecho do caminho abrirá perspectiva para que seja implantado em um futuro próximo um dos maiores Long Trail do Brasil, considerando que a sua dimensão abrange os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais com aproximadamente 1.410 Km de extensão.

A preservação do Caminho do Ouro é um importante aliado para que o município alcance o Título de Patrimônio da Humanidade, uma vez que este caminho, além de ser pré-cabralino foi uma das primeiras vias de transporte e integração do Brasil.

Por se tratar de um Patrimônio Nacional em via de ser reconhecido como Patrimônio da Humanidade, estar inserido no Parque Nacional da Serra da Bocaína e conter inúmeros vestígios arqueológicos da História do Brasil é de fundamental importância a manutenção do caminho para poder mantê-lo aberto à visitação pública, com responsabilidade e controle rigoroso, de acordo com as normas estabelecidas pelo IBAMA, IPHAN e Prefeitura Municipal de Paraty.


Objetivos do Projeto

- Preservar a História e um importante Patrimônio do Brasil;
- Incrementar o turismo no município de Paraty e na rota da Estrada Real;
- Propiciar ao visitante um passeio orientado, agradável e seguro;
- Ordenar a visitação de acordo com o estudo da capacidade de suporte definido.


Resumo da 1ª. Fase do Projeto "Na Trilha da História" Revitalização do Caminho do Ouro em Paraty

2003 - 2004

Julho de 2003 - Inauguração do Marco da Estrada Real na localidade dos Penha.
Inauguração do Centro de Visitantes do Caminho do Ouro.

Setembro 2003 - Início dos trabalhos de revitalização fora do Parque N. S. Bocaina.

Equipe de Coordenação:
01 - Coordenador
01 - Supervisão de Campo
02 - Assistentes de Campo
01 - Secretário

Profissionais de Campo:
01 - Turismólogo
01 - Engenheiro Florestal
01 - Biólogo
01 - Geólogo
01 - Arqueólogo
01 - Arquiteto
01 - pesquisador da História de Paraty.


Trabalhos Realizados

Revitalização de 3.380m de caminho revitalizado e pronto para o atendimento ao turista.

Localização de todo o trajeto do Caminho dentro do município de Paraty(total de 22Km).

Reforma da escola Monsenhor Pizzarro na localidade dos Penha, transformando no Centro de Visitantes do Caminho do Ouro.

Levantamento dos meios de hospedagem e alimentação ao longo do caminho.

Reflorestamento de 1.600m (mil e seiscentos) de área degradada com espécies nativas de Mata Atlântica.

Levantamento das espécies da flora e da fauna ao longo do caminho revitalizado.

Análise periódica durante toda a duração da 1ª fase do projeto da qualidade da água fora dos limites do Parque Nacional da Serra da Bocaina.

Levantamento e identificação das ruínas existentes ao longo de todo o Caminho.


Benefícios para a Comunidade


Aumento no nº de dias de permanência do turista em Paraty.

Nº de visitantes no Caminho de abril de 2004 a janeiro de 2005 - 1.586

Abertura de ateliês, pousadas, restaurantes nas proximidades do atrativo.

Aumento do nº de transporte para a localidade dos Penha onde tem início o atrativo.

Melhoria da qualidade de vida dos moradores do entorno do atrativo.

Melhoria dos acessos aos atrativos do entorno (cachoeira do Tobogã e Poço do Tarzan).

Aumento de 40% no fluxo de turistas na área do entorno do caminho.