Paraty - Versão em português Paraty - English version

PARATY TURISMO
E ECOLOGIA

Conheça os Artefatos Indígenas

Cesto de Carregar da Mulher Guarani

Cesto de Carregar da Mulher Guarani

Ajaká Nhané Aká - Re-guá
Cesto de carregar da mulher Guarani

MATERIAIS:
Tiras de cana de taquara "takuapi", de 4 a 5 cms de largura, e tiras de cascas do phylodendron "guembepi" de cor preta, compõem a trama. Para que o cesto fique mais sólido, são colocadas por fora quatro tiras grossas de madeira, cruzadas na base e prolongadas até a borda superior onde se dobram para o interior do cesto uns 10 cms. A estrutura circular da borda superior se faz com um aro de "nhandy-pa". A banda superior com a que se carrega o cesto na cabeça, é trançada com tiras do phylodendron "guembepi"
"Uns Guarani que moram pelo Rio Maranhão pediram que a gente fosse visitá - los. Mas isso é muito longe! e Guarani, se viajar, leva até o cachorro!" Agustinho, cacique e pajé de Araponga, continua falando enquanto fabrica centenas de tiras de taquara para os cestos em compainha de sua esposa Marciana, sentados baixo a ramada, lugar onde sempre recebem as visitas.

Nas migrações de inspiracão religiosa do último século, desde o Paraguai e Nordeste Argentino para o Litoral Brasileiro, os Guarani utilizam caixas e malas para levar seus pertences, se bem que o cesto de carregar continua sendo utilizado pela mulher Guarani. Carrega nele milho, os alimentos e mobilizar se dentro dos cultivos. As crianças de colo também são transportadas dentro do cesto durante as caminhadas.
Este cesto se fabrica dependendo da altura da mulher. Tanto homens como mulheres sabem trançá- lo na aldeia, é a maior expressão material de identidade e do sentido estético destes Guarani. 

 


Autora do Catálogo: Liliana González Rojas


Maiores Informações:
Associação Artístico Cultural Nhandeva
E-mail: nhande@terra.com.br

 

 

<< Voltar


Termos mais procurados

Copyright © 1996 - Paraty Turismo e Ecologia Criação do site: PWI WebStudio