Paraty - Versão em português Paraty - English version
Baixe o Aplicativo de Paraty

PARATY TURISMO E ECOLOGIA

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios
Por ocasião da fundação do povoado ergueu-se uma pequena capela dedicada São Roque sobre o atual morro do Forte, onde então se encontravam construídas as primeiras moradias. Porém, em 1646, Dona Maria Jácome de Melo doou a área situada entre os rios Perequê-Açu e Patitiba para a construção do novo povoado exigindo que nele se construísse um capela dedicada a Nossa Senhora dos Remédios, santa de sua devoção, e que não se molestassem os índios que ali viviam.

Esta primeira capela foi demolida em 1668 e em seu lugar construída uma igreja maior, de pedra e cal, obra que só terminou em 1712.

Contava a nova matriz com sete altares, sendo duas capelas internas. Em 1787, por ser a igreja pequena para a população, cerca de 2.700 pessoas, iniciaram as obras de um novo templo em local perto da antiga igreja.

Esta obra por ser grandiosa custou ao povo grande soma de dinheiro e, por falta de ajuda financeira, teve sua construção paralisada várias vezes.

Custeou e administrou o final da obra a piedosa senhora Paratiense, Dona Geralda Maria da Silva, que por isto recebeu do Imperador Dom Pedro II o título de Dona do Paço. A sete de setembro de 1873 foi a igreja entregue ao culto público, precedendo à sua benção uma procissão em que se transladaram as imagens da Igreja da Santa Rita para a Matriz, costume que se conserva até hoje.

De estilo neoclássico, sobressai por sua imponência e apresenta a sobriedade e o despojamento característicos deste estilo, em que as grandes massas se contrapõem ao ritmo dos vãos.

Destacam-se nesta igreja; a imponência da edificação, suas torres inacabadas, as imagens das antigas capelas, o retábulo das capelas internas do século XVIII e a pia batismal, do século XVII.    São dignos da especial atenção as imagens da Semana Santa, em tamanho natural, de vestir ou de roca. Um detalhe curioso, são as torres inacabadas e o fundo da edificação por terminar. Acredita-se que isso aconteceu não só pela falta de recursos e mão-de-obra escrava, mas também porque a igreja teria afundado, inclinando-se perigosamente para frente, devido à inconsistência do terreno onde foi construída.

A Igreja da Matriz abre para visitação de segunda a sexta das 9h às 12h e das 13h às 17h30. Aos sábados,  das 8h às 12h e de 13h às 16h. É cobrada uma taxa no valor de R$3,00 por pessoa.

Não é permitida a entrada com trajes de banho, filmar e fotografar.


FONTE:http://www.igrejaparati.com.br

<< Voltar

Termos mais procurados

Copyright © 1996-2011 - Paraty Turismo e Ecologia Criação do site: PWI