Paraty - Versão em português Paraty - English version
Baixe o Aplicativo de Paraty

PARATY TURISMO E ECOLOGIA

Chuva de poesia no MIMO em Paraty
(16/08/2013)

Chuva de poesia no MIMO em Paraty

Dia 25/08, às 12h Na Igreja da Matriz
Criada pelo poeta e artista plástico mineiro Guilherme Mansur, a Chuva de Poesia surgiu na cidade de Ouro Preto. Há 20 anos, ele realiza este projeto nas igrejas históricas de Minas Gerais, que consiste em lançar poemas em papel colorido do alto das torres, sempre ao som do badalar dos sinos. No Festival MIMO, Mansur prestará homenagem ao poeta barroco Gregório de Matos, atirando ao ar seus sonetos.

Poeta de inesgotável fonte satírica, o escritor baiano não poupava o governo, a falsa nobreza da terra e nem o clero. Não lhe escaparam os padres corruptos, os reinóis e degredados, os mulatos e emboabas, os caramurus, os arrivistas e os novos ricos que exploravam a colônia.

A chuva-homenagem a Gregório de Matos será realizada no dia 25 de agosto em Paraty (RJ), na Igreja de Nª Sª dos Remédios, ao meio-dia, em Ouro Preto (MG) no dia 1º de setembro, na Igreja Nª Sª do Carmo, às 19h3O, e, por fim, na Igreja do Carmo, de Olinda (PE), às 16h30 do dia 8 de setembro.

Sobre Guilherme Mansur - Nascido e criado em Ouro Preto, onde vive, Guilherme é poeta, artista gráfico e plástico, editor, ilustrador, capista e performer. Veio se dividindo em várias atividades ao longo do tempo. É um dos poetas-inventores mais importantes da cidade e foi responsável por belos contraprodutos editoriais, através da sua Tipografia do Fundo de Ouro Preto, nos anos 1970, quando atuou no movimento Arte Postal e participou da International Mail-art Exhibition (Itália).


Chuva de Poesia em Paraty:

25/08 - 12h na IGREJA MATRIZ Nª Sª DOS REMÉDIOS

FONTE:
www.mimo.art.br
Ver todas as notícias do MIMO
<< Voltar

Termos mais procurados

Copyright © 1996-2011 - Paraty Turismo e Ecologia Criação do site: PWI