Paraty - Versão em português Paraty - English version

PARATY TURISMO
E ECOLOGIA

FLIP 2021 confirma datas do evento
(10/07/2021)

FLIP 2021 confirma datas do evento

De 27/11 a 05/12/21

A Flip confirmou as datas da edição de 2021, sua 19ª edição: a Flipinha (parte educativa da festa voltada à literatura infantil), acontece de 22 a 27 de novembro, e o Programa Principal, com a presença de autores e convidados nacionais e internacionais, de 27 de novembro a 5 de dezembro.

A 19ª Festa Literária Internacional de Paraty, a Flip 2021, acontecerá novamente online de forma gratuita.
Pela primeira vez, haverá um coletivo curatorial, que vai programar uma homenagem coletiva. Segundo divulgação da assessoria do evento, as duas escolhas refletem o conceito desta edição, expressa no texto Nhe’éry, plantas e literatura. Nhe'éry (pronuncia-se nheeri) quer dizer "onde as almas se banham" e é como o povo guarani chama a Mata Atlântica.

"Este ano, a Flip volta seu olhar para a necessidade de se rever a dissociação entre humanidade e natureza. É um conceito que busca refletir sobre as questões mais urgentes do contemporâneo, sem ser um delineamento temático rígido. A intenção é se nutrir das florestas, que são sistemas abertos, colaborativos", diz Mauro Munhoz, diretor artístico da Flip, no material de divulgação. "Por isso, e em um momento de incertezas mundiais, todas as opções feitas para a festa têm um caráter laboratorial, buscando retratar outras perspectivas e narrativas que olham para a literatura e para a produção cultural em seus múltiplos formatos."

O coletivo curatorial será coordenado pelo antropólogo Hermano Vianna. O grupo também contará com: Anna Dantes, Evando Nascimento, João Paulo Lima Barreto e Pedro Meira Monteiro.

A homenagem será coletiva e honrará as pessoas que trabalhavam para as causas indígenas e que tiveram a vida interrompida pela Covid-19. Veja alguns nomes:
Higino Tenório, escritor, benzedor, especialista em arte rupestre, professor e fundador da primeira escola indígena do povo Tuyuka
Feliciano Lana, artista plástico e escritor do povo Desana, conhecido internacionalmente
Zé Yté, colaborador central dos mais importantes estudos sobre a etnobiologia Kayapó
Maria de Lurdes, guardiã das plantas de cura do povo Mura
Meriná, mestra de rituais de cura e benzimentos do povo Macuxi
Alípio Xinuli Irantxe, mestre das flautas do povo Manoki
Domingos Venite, Guarani, líder da maior terra indígena do estado do Rio de Janeiro, militante de novas políticas de saúde indígena.

Em breve a organização do evento divulgará a programação.


FONTE:https://www.flip.org.br/
<< Voltar
Copyright © 1996 - Paraty Turismo e Ecologia Criação do site: PWI WebStudio