Paraty - Versão em português Paraty - English version

PARATY TURISMO
E ECOLOGIA

Mayumi Ito: Conexão Brasil-Japão
(28/08/2014)

Mayumi Ito: Conexão Brasil-Japão

Mais uma palestra imperdível
Mayumi Ito é uma criadora múltipla: arquiteta, ilustradora, designer com foco em criação têxtil e moda, envolveu-se com o artesanato, o respeito ao meio-ambiente e o aproveitamento de materiais e recursos. Sua trajetória pessoal e percurso profissional também passam por múltiplos lugares e situações: nasceu no Espírito Santo, mudou-se para São Paulo na infância (onde e se formou arquiteta nesta cidade), viveu quinze anos no Japão, país ao qual chegou com uma bolsa-trabalho que ganhou em um projeto da Câmara de Comércio do Japão; lá, trabalhou como arquiteta e em áreas ligadas ao design de moda, ao design gráfico, travando conhecimento com criadores que valorizam o artesanato, a habilidade de produzir objetos manualmente com maestria, e também com exímios artesãos. No Japão, hoje, não se faz muito artesanato, mas há enorme respeito por esta habilidade e conhecimento tradicionais. As pessoas que o detêm - como aqueles que dominam a fiação e a tecelagem com fibra de banana ou a confecção de tipos específicos de papel artesanal - recebem o título de “patrimônio vivo” e são tratadas com deferência.
 
De volta ao Brasil no início dos anos 2000, Mayumi escolheu viver na pequena cidade de Muzambinho, no Sudoeste de Minas Gerais (447 km da capital Belo Horizonte), ao perceber que ali poderia realizar seu projeto de trabalhar em parceria com artesãs. Um grupo de sete costureiras e cerca de quinze bordadeiras cria e desenvolve junto à designer peças de roupas exclusivas, produzidas com delicadeza e maestria, em que se utilizam técnicas como tingimento vegetal (ensinado  pela mestra Hisako Kawakami), a renda frivolitê, que é tradicional na região, ou o patchwork: este, foi ensinado pela mãe de Mayumi e o objetivo é o aproveitamento total dos retalhos e resíduos de tecidos resultantes da confecção.
Mayumi Ito será uma das palestrantes do Ciclo de Palestra do Paraty Eco Festival (16 a 19  de outubro). Diz que aceitou o convite para participar “porque há uma convergência de objetivos e conceito deste evento com o que venho fazendo em Muzambinho: a valorização da riqueza do trabalho artesanal, da tradição local, desenvolvimento de novos produtos a partir de conhecimento e técnica existentes visando permanência de artesãos na sua região.Espero divulgar nosso trabalho de quase onze anos em Muzambinho e poder trocar experiências com projetos que estarão acontecendo no Paraty Eco Festival”.

<< Voltar

Termos mais procurados

Copyright © 1996 - Paraty Turismo e Ecologia Criação do site: PWI WebStudio