Paraty - Versão em português Paraty - English version

PARATY TURISMO
E ECOLOGIA

NOITES DE PROJEÇÃO PEF 2017
(11/09/2017)

NOITES DE PROJEÇÃO PEF 2017

As Noites de Projeção na Tenda do PEF na Praça da Matriz terão uma programação exclusiva, resultado do trabalho de pesquisa e prospecção do curador Paulo Marcos de M. Lima. As projeções serão realizadas todos os dias, de quinta-feira, dia 14, a sábado, dia 16 de setembro, a partir das 21h. Confira abaixo os trabalhos selecionados para a projeção.

Quinta-feira, 14 de setembro, a partir das 21h

RETRATOS DO BRASIL, da Agência ICON Fotobrasil. Com fotos de vinte e três fotógrafos brasileiros, entre eles Walter Firmo, Araquém Alcântara, Rogério Reis,  Marcio Scavone e José Bassit. (6:00)

IMAGENS DIÁFANAS, de A Casa Fotografia e Arte Contemporânea, com curadoria de Marco Antônio Portela e Greice Rosa. Uma reflexão sobre a idéia de imagens diáfanas, aquelas que lidam com a transparência, que permite a passagem da luz, vago, sutil. Uma projeção com imagens onde a luz enfatiza nas formas, nos contornos, nos horizontes, nos corpos, nas cidades, na natureza a idéia de diáfana. Com Anne-Marie Maculan, Aparecida Silva, Bea Cazal, Clauida Yamada, Izabel Lucas, Marcio Carvalho, Maria Amelia Vianna, Oscar C, Pedro Amorim e Silvia Lorenz-Martins. (5:00)
 
TODO CORPO TRANSBORDA.  Curadoria e organização: Leonardo Ramadinha / LAB Foto Contemporânea.  Dez artistas debruçaram sobre a temática do CORPO e suas infinitas representações.  Com Ana Avelar, Arthur Costa, Isabel W. De Nonno, Julio Cardoso, Lecticia Franca, Leonardo Ramadinha, Marcela Werneck de Mello, Marcelo Maia, Shirlene Linny, Soraia Nunes. (5:00)

TRAVELOGUE DE CÃO, de Marcos Bonisson e Chico Fernandes.  Um foto-filme sobre a condição humana e seus estranhos aspectos manifestados. (4:15)

PRIMEIRA PESSOA DO SINGULAR, do Movimento Fotógrafas Brasileiras, com curadoria de Jacqueline Hoofendy e Cristina Froment. Projeção composta por 151 autorretratos de fotógrafas de 15 estados brasileiros. Do autorretrato clássico até o selfie contemporâneo feito com smartphone. (10:00)

TIME LINE, de Renato Rocha Miranda, do Criadouro Carioca. Por três anos o fotógrafo foi um olho solitário que olhava olhos olhando para si mesmos. Quem está só? (4:00)


Sexta-feira, 15 de setembro, a partir das 21h


NO OLHAR
. Entrevistas em vídeo com grandes nomes da Fotografia Brasileira: Milton Guran e Tiago Santana. (20:00)

BRASIL EM TRANSE E FEMINISMO
. Imagens de um país que se move, se mexe, muda e se espreme para entrar no século em curso."  Com fotos de Claudia Tavares,Guy Veloso, João Roberto Ripper, Caroline Valansi, José Diniz, entre outros, do Ateliê da Imagem. (5:00)

AUTORRETRATOS
feitos com pinhole durante a oficina MÃO NA LATA, ministrada por Tatiana Altberg  há 15 anos na Favela da Maré (4:40)

RETRATOS E RELÍQUIAS apresenta a trajetória de uma família comprometida com a fotografia por três gerações, a família Moraes. José Antônio, Nana, Sérgio e Ricardo são quatro talentos em retratos, moda, fotojornalismo e fotografia contemporânea. (6:00)
 

Sábado, 16 de setembro, a partir das 21h

SOB O NERVO DA NOITE,  de Lucas Gibson. O submundo das festas escondidas, dentro de nações complexas e multifacetadas. (4:00)

ARPOADOR, de Marcos Bonisson. Com imagens do livro do fotógrafo carioca e olheiro atento e antigo das idas e vindas do cotidiano no icônico canto da Praia de Ipanema. (3:20)

FAVELICIDADE, de Luiz Baltar, um retrato síntese da vida na cidade do Rio de Janeiro em meio às intensas transformações urbanas operadas nos anos recentes e ao processo de gentrificação e remoções radicais levados a cabo em áreas populares. (3:00)

IMAGENS DO POVO,  um dos mais bem-sucedidos projetos sociais de educação inclusiva através da imagem. A Escola de fotógrafos populares idealizada por João Roberto Ripper formou uma geração de profissionais que vem transformando o padrão de representação das comunidades do Rio de Janeiro. Curadoria de Simone Rodrigues, da Nau Editora. (3:00)

CRIADORES DE IMAGENS: FOTOGRAFIA VENEZUELANA CONTEMPORÂNEA, por Jorge Luís Santos Garcia. (7:00)

ESTADOS TRANSITÓRIOS, com curadoria de Kitty Paranaguá e Thiago Barros, do Ateliê Oriente. Lugares de inquietação onde o homem não planejou estar, mas a vida o coloca. (3:00)

DOIS OLHARES: IRAQUE, RIO DE JANEIRO. Felipe Dana e Ricardo Moraes mostram como as imagens de conflitos armados podem ser assustadoramente parecidas. (9:00)

TEMPELHOLF E MONET
, por Andreas e Thomas Valentin. Um aeroporto desativado de Berlin e os jardins de Giverny de Monet são os temas das projeções dos irmãos Valentin. (3:50)

SEM MEDO ESCURO, de Anna Kahn. Vencedor do XV Prêmio Marc Ferrez de fotografia, Sem Medo do Escuro  é um trabalho que estabelece um contraponto entre presente e passado no Brasil através da escravidão contemporânea. (1:45)

AS DEUSAS ENCARNADAS
, de Jorge Luis Santos. O fotógrafo venezuelano aborda a feminilidade e o imaginário religioso. Através da desconstrução do espaço e do corpo recria a mulher convertida em Deusa, ou talvez a Deusa encarnada como mulher. Trabalho ganhador da Convocatória Portfólio em Foco 2015. (4:00)



Mais informações: https://www.pefparatyemfoco.com.br/noites-de-projecoes

<< Voltar

Termos mais procurados

Copyright © 1996 - Paraty Turismo e Ecologia Criação do site: PWI WebStudio